sábado, 25 de maio de 2013

Terra de Histórias: O Feitiço do Desejo (parte 2)

Só pra constar, ele tem 22 anos apenas, e seu livro
chegou ao número 1 da lista de best-sellers do New York
Times. Avante Chris!!

Bom, após um certo tempo sem nenhuma postagem, resolvi continuar com a resenha desse livro maravilhoso que me fez ter espasmos de felicidade  muito bom. Acho que deu pra perceber meu entusiasmo em relação a ele. Isso acontece por dois motivos:

1°- O livro trata de contos de fadas e é cheio de aventuras. Impossível não apaixonar-se por ele.

2°- Foi escrito por Chris Colfer, um dos atores de uma série que É A MINHA VIDA Glee. Compreendem agora tanta paixão? Perdoem-me... Tentarei ser forte, porque uma resenha imparcial, vai ser algo bem difícil de se fazer.

Chega a ser difícil pontuar tantas coisas que gostei nele. Mas, com certeza, a capa é um dos seus maiores atrativos. Claro que não devemos julgar um livro pela capa, mas nesse caso, deixemos esse ditado de lado.

A capa traz a imagem de diversas histórias, como
a Bela Adormecida e sua roca, a Branca de Neve e
as maças, a casa de doces, o pé de feijão, entre outros.
Os detalhes dourados em forma de videira, completam
a belíssima criação.
Basicamente, o livro aborda a história dos irmãos gêmeos Alex e Conner, que acabam indo parar num antigo livro de contos de fadas. Nisso, descobrem o futuro das personagens depois do 'felizes para sempre'. Aqui está um ponto já bastante abordado, tornando-o um pouco óbvio, mas essa perspectiva, de ver o que aconteceu afinal, sempre trazem diversas possibilidades, intrigando o leitor. O mais incrível, foi ver que, mesmo alcançando a vitória nos textos, muito dos heróis e heroínas continuaram enfrentando desafios, tornando-os mais humanos. Afinal, a vida é feita de provações, e mesmo neste, ou em outro mundo, não podemos nos acomodar e sorrir para sempre, satisfeitos com tudo e com todos. Isso é algo impossível.

Ambos embarcam numa grande jornada em busca de diversos itens para realizarem o Feitiço do Desejo, que levariam-os para casa. Mas infelizmente, a Rainha Diabólica, madrasta da Branca de Neve, entra na jornada, deixando a situação ainda mais complicada. Essa verdadeira 'caça ao tesouro' da um ar mais desafiador a história, onde uma rainha perigosa, capaz de fazer absolutamente tudo pelo o que quer, enfrenta duas crianças de outra dimensão. Maravilhoso.

Outro ponto que me agradou bastante, foi a empatia com as personagens. Todos são igualmente incríveis, sendo difícil definir qual o mais legal. Alex é inteligente e esperta, Conner, embora algumas burradas dele fizessem meu sangue ferver, me arrancou boas risadas e sorrisos com suas piadas infames, e seu humor bem irônico e sarcástico. Nisso identifiquei-me um pouco. A Cachinhos Dourados, embora uma fugitiva, é forte e determinada. Cinderela e Bela Adormecida, verdadeiros sonhos de qualquer pessoa, e assim se vai. Adorei até mesmo a vilã, que tem um desfecho bem interessante, e uma história bem emocionante atrás de toda sua maldade. Me doí admitir isso, mas o texto de Colfer tem algumas partes bem previsíveis, que não tiram de modo algum o mérito dele. A leitura é gostosa, simples, as vezes intrigante, e que te faz querer, literalmente, entrar no livro.


Notas finais:

Capa: 10/10

Personagens: 10/10

História: 9/10 (não alcançou a nota máxima pela sua previsibilidade)

Originalidade: 9/10 ( abordar o depois do ' felizes para sempre' é um pouco 'clichê', mas outras partes da história realmente são bem diferenciados, com personagens bem interessantes, e enredo congruente, criativo, e na medida certa de pontos 'sem resolvimento', sem dar aquela agonia de não se descobrir as coisas.

Ilustrações: 10/10 ( os desenhos dentro do livro iniciam cada capítulo. São bem bonitos e ainda, no começo, tem um belo mapa mostrando toda a Terra de Histórias)

Enfim, esse livro é realmente incrível! Não deixem de lê-lo. A sua leveza, fantasia, humor bobo, tudo acaba te prendendo do modo mais intenso. Eu devorei esse livro praticamente em 3 dias se não me engano, tendo ele 382 páginas, e ainda li mais 2 vezes, sem ter me cansado, nem me arrependido. Recomendo á todos!

Aliás, outra coisa que não falei, é sobre o potencial de sua continuação. Tudo ficou na medida certa, dando espaço para uma narrativa ainda mais cheia de aventura, principalmente, porque ela deve dar espaço a outras personagens, como a mãe dos gêmeos. Praticamente enfartei  Fiquei bem feliz ao saber que essa continuação iria acontecer. Quando ela for publicada no Brasil, vou correndo lê-la!




OBS: A capa é simplesmente estupenda! Achei que seria impossível superar a do primeiro livro, mas ficou ainda melhor! Com certeza, esse livro promete! E muito!









3 comentários:

Heitor disse...

Oi, Iago. Gostei muito!!! Deu vontade de ler esse livro. Um abraço, Heitor.

Iago Martins disse...

Muito obrigado, é sempre bom ouvir elogios como o seu.

The Vampire Diaries disse...

Oooi! Nossa, eu sou uma Gleek com toda certeza. Adorei a sua resenha, eu já li o primeiro livro. Estou na verdade comentando para falar que gostei da sua resenha e que sou muito fã do Chris e perguntar se você tem alguma ideia de quando saíra o segundo no Brasil? Eu sei que está para lançar, mas eu não tenho ideia de quando e isso está me deixando louca, já estou a um ano esperando. Hehe.

Ótima resenha.

Beijokass, Giovanna.

Postar um comentário

Oi, deixe a sua opinião! Sempre que possível irei respondê-la ok?