quinta-feira, 4 de julho de 2013

O Bullying Vai Muito Além da Escola

Olá pessoal! Já estou de férias, então é provável que o número de postagens aqui aumentem muito. Estou com alguns planos em relação a novas colunas, ou seja, têm novidades vindo por aí! Mas ainda resolvi postar mais algumas coisas sobre o bullying, porque é necessário que as pessoas se conscientizem e abram seus olhos em relação a ele. E como diz o título, esse tipo de agressão vai muito além da escola. No ambiente de trabalho por exemplo, é praticado por pessoas de hierarquia mais elevada, que colocam a vítima em situações constrangedoras, xingam e humilham-os, levando muitas vezes a demissão dessas pessoas.



As pessoas sofrem com comentários maldosos e extrema pressão de seus superiores


O bullying também pode ocorrer entre vizinhos. Nesse caso, uma pessoa começa a incomodar outra de diversos modos, fazendo barulhos, reclamando sobre coisas ínfimas, criando boatos, etc, geralmente com o intuito de obrigar a vítima a se mudar.


Esse tipo de bullying é extremamente comum no dia a dia, e provoca várias tensões entre vizinhos


Até na política essa prática acontece. Muitas vezes, políticos impõem seus interesses de modo 'chantagista', ou seja, ameaçam retirar seu apoio e induzir que outros façam o mesmo.

Como observado, o bullying não é um ato exclusivo da escola. Sempre que existe atos de agressão, repetitivos, e com o intuito de ferir e maltratar, ele se faz presente.

Felizmente, com toda a divulgação sobre esse assunto, as pessoas parecem cada vez mais conscientes dos danos que ele provoca, como demostrado abaixo:




Mas parece que no Brasil, o cenário ainda é um pouco... Desolador...




video



Todas as pessoas, independente de religião, raça, opção sexual, gosto musical e outros, merecem respeito. As diferenças são o fator que deixam o mundo diversificado e interessante. Se você sofre bullying, não deixe-se desaminar. Quase todas as pessoas já foram vítimas de tais atos e nem por isso desistiram, sendo hoje, pessoas ricas, famosas e felizes. Na adolescência, é normal a aparência ficar meio 'estranha', gostar de alguém e se preocupar com imagem social. Você não é o único. Aquela garota popular pode parecer inteiramente feliz e perfeita, mas enfrenta medos como qualquer um. Além disso, sempre existe pessoas em que pode-se confiar. Fique com os seus amigos, ame e diverta-se. A vida é curta pra se preocupar com coisas pequenas!

2 comentários:

Bruna Duarte disse...

Infelizmente é assim que acontece :/
http://scharlanacerimonial.blogspot.com.br/ FB

Ísis Rodrigues Cerqueira disse...

Olá como está, retribuindo a visita e seguindo é claro...adorei o conteúdo do blog...parabéns e fique com Deus...

Postar um comentário

Oi, deixe a sua opinião! Sempre que possível irei respondê-la ok?